Terapias Alívio da Dor & Outros - by dorcronica.blog.br

Terapia cognitivo-comportamental em 5 minutos

Terapia cognitivo-comportamental em 5 minutos

A terapia cognitivo-comportamental (TCC) é um dos componentes mais usados e pode ajudar em tudo, desde ansiedade e depressão até pensamentos negativos sobre si mesmo. A TCC muda o cérebro? Em suma, sim. Ela funciona para mudar os caminhos do cérebro e ensinar uma maneira nova e mais saudável de processar pensamentos e comportamentos. É mais comumente usada para tratar ansiedade e depressão, mas pode ser útil para outros problemas de saúde física e mental, entre eles, o problema da dor crônica.

“Não podemos resolver nossos problemas com o mesmo pensamento que usamos quando os criamos.”

– Albert Einstein

A influência dos caminhos cerebrais nos processos de pensamento e comportamentos

Os pensamentos e comportamentos de uma pessoa dependem em grande parte do hábito. Esta é uma das razões pelas quais você anseia por uma xícara de café pela manhã ou toma o mesmo caminho para ir e voltar do trabalho todos os dias. Toda vez que você tem um pensamento ou se comporta de uma certa maneira em reação a um estímulo ou situação, um caminho se forma em seu cérebro. Eles são chamados de caminhos neurais e transmitem os sinais elétricos que controlam literalmente tudo o que você faz e pensa tão rapidamente.

Quanto mais você pensa em um determinado pensamento ou executa uma determinada ação, mais profundo esse caminho se torna e mais rápido seu cérebro segue nessa direção.

Formamos essas vias neurais sem nenhum tipo de esforço consciente, e a região da amígdala do cérebro — que é responsável por ajudar a processar as emoções — desempenha um papel fundamental. Basicamente, toda vez que você tem um pensamento baseado em ansiedade, depressão, vício ou qualquer outro pensamento negativo, seu cérebro está sendo programado para continuar a responder dessa maneira. Embora isso certamente torne mais difícil mudar seus padrões de pensamento e comportamento, é possível fazê-lo.

Mudando seu cérebro

Embora seja amplamente aceito na comunidade científica que a maioria das vias neurais do cérebro estará solidificada aos 25 anos, isso não significa que não haja esperança de mudar seu cérebro. Longe disso, na verdade. O cérebro humano é incrivelmente flexível e está preparado para se ajustar a diferentes estímulos. Isso significa que, desde que você se dedique à repetição e ao tempo necessário para alterar os caminhos do cérebro, é definitivamente possível influenciar o cérebro e, portanto, seus pensamentos e comportamentos. Estratégias como meditação e terapia de grupo podem percorrer um longo caminho, mas a TCC oferece uma maneira única de ajudar a mudar seu cérebro.

A TCC muda o cérebro?

Sim. A TCC foi projetada por um psiquiatra na década de 1960 que pensava que reunir uma abordagem de três frentes de atenção plena, registro no diário e exercícios situacionais – como dramatização – poderia ajudar as pessoas a mudar seus padrões de pensamento e comportamentos afetados, e ele estava certo. De acordo com um estudo publicado no Journal of Neuropsychiatry and Clinical Neurosciences, a TCC demonstrou-se eficaz no tratamento de transtornos de ansiedade e ajuda com pensamentos obsessivos.

A TCC funciona basicamente treinando seu cérebro por meio de um processo de reação diferente, que pode ser pensamentos ou comportamentos e, portanto, reconectando o cérebro e alterando essas vias neurais ao longo do tempo.

Quão eficaz é a terapia TCC?

A TCC é considerada extremamente eficaz quando conduzida por um profissional de saúde mental treinado. É especialmente eficaz para ajudar as pessoas a se tornarem mais autoconscientes e perceberem seus pensamentos e padrões de comportamento negativos – para que possam parar e responder de maneira diferente – em vez de apenas reagir automaticamente.

A TCC geralmente é um programa de curto prazo com duração de cerca de 12 a 16 semanas, com sessões frequentes com um terapeuta e deveres de casa a serem concluídos pelo próprio paciente. A aceitação do paciente é fundamental para o sucesso da TCC, porque o processo depende de se tornar mais autoconsciente e ser consistente na aplicação das ferramentas e técnicas ensinadas na terapia.

Embora a TCC possa ser feita sozinha, ela funciona melhor como parte de um plano de tratamento abrangente e é ainda mais eficaz quando combinada com medicamentos.

Transtornos que poderiam se beneficiar da terapia cognitivo-comportamental

Que tipos de problemas a TCC pode ajudar a tratar?

A terapia cognitivo-comportamental demonstrou ser eficaz para ajudar a tratar uma variedade de condições de saúde mental, incluindo depressão, ansiedade, transtorno bipolar, esquizofrenia, raiva e transtornos de estresse, bem como problemas de abuso de substâncias.

Lembre-se, no entanto, que a TCC é apenas um aspecto do tratamento e não é uma cura ou um método de terapia independente. Deve ser usada com a orientação de um profissional de saúde mental qualificado e como parte de um plano de tratamento holístico e individualizado.

Cadastre-se E receba nosso newsletter

CONHEÇA FIBRODOR, UM SITE EXCLUSIVO SOBRE FIBROMIALGIA
CLIQUE AQUI