Etiqueta: Dor

Dor nociplastica

Dor nociplástica: uma visão geral

Devido ao nível muitas vezes ausente de anormalidades teciduais observáveis e alto grau de problemas de sono, energia e distúrbios do humor, muitos termos têm sido usados para rotular essas condições, incluindo “dor funcional”, “dor psicossomática”, “dor psicogênica”, “dor disfuncional”, “transtorno doloroso somatoforme persistente” e “transtorno de sintomas somáticos”. Para ajudar a consolidar o entendimento atual sobre a etiologia e o tratamento ideal dessas condições complexas, um painel internacional de especialistas se reuniu para publicar um artigo sobre a “dor nociplástica” e como ela difere da dor nociceptiva e neuropática.

Leia mais »
Tratamento da fibromialgia: as opções

Tratamento da fibromialgia: as opções

O objetivo do tratamento da fibromialgia é ajudar a controlar os sintomas e melhorar a saúde geral. Uma combinação de medicamentos e estratégias de autocuidado é normalmente usada. Medicamentos comuns para fibromialgia incluem analgésicos, antidepressivos e medicamentos anticonvulsivos. Fisioterapia, terapia ocupacional e aconselhamento também são métodos eficazes que podem ajudar os indivíduos a controlar os sintomas da fibromialgia. A fisioterapia ajuda a melhorar a força e a flexibilidade, enquanto a terapia ocupacional ajuda os pacientes a encontrar maneiras de concluir as tarefas relacionadas ao trabalho. A maioria das pessoas acha que uma combinação de medicamentos e terapias funciona bem para controlar seus sintomas, mas os regimes de tratamento ideais variam para cada caso específico.

Leia mais »
O que eu aprendi sobre dor crônica jogando rúgbi

O que eu aprendi sobre dor crônica jogando rúgbi

Todo esporte coletivo oferece aos que o praticam a oportunidade de aprender lições de vida em campo. Poucos esportes oferecem lições de vida tão influentes quanto as que aprendi jogando rúgbi. São ensinamentos doídos, difíceis de assimilar, porém muito úteis para progredir profissionalmente, criar filho(a)s, enfrentar tragédias pessoais… e também para lidar com a dor crônica. Especialmente quando o portador, embrutecido pela sua condição e sem ver possibilidade de cura, pensa no que nesse momento de desânimo parece mais fácil: desistir.

Leia mais »
A brecha de gênero na dor – Parte 2

A brecha de gênero na dor – Parte 2

A Parte 1 do artigo “A BRECHA DE GÊNERO NA DOR”, publicado originalmente na Nature, foi postada aqui na semana passada. Ela mostrou esforço de alguns cientistas por incluir diferenças de sexo em relação à dor na pesquisa biomédica “… para garantir que os estudos cubram o leque de possibilidades, em vez de colher resultados de uma única população.” Diversos exemplos animais – lembremos que no campo da dor experimentos em humanos são eticamente questionáveis – mostraram que a dor acontece de muitas maneiras, por diversas vias químicas, e que as reações a ela diferem entre os sexos. A Parte 2 do artigo, mostra diferenças dos sexos em relação à pontos de dor e eficácia dos fármacos no controle da dor. Ela também cogita a adequação de abordagens médicas e farmacológicas face às tais diferenças e por fim, aborda questões emergentes (ex.: transgêneros).

Leia mais »
O que diz a ciência sobre a caminhada

O que diz a ciência sobre o valor da caminhada?

Os resultados de um estudo feito por pesquisadores dinamarqueses e australianos, recentemente publicado, sugerem que acumular 10.000 passos por dia e andar com maior intensidade pode estar associado a menor risco de doenças cardiovasculares, câncer e início de demência.

Leia mais »
A brecha de gênero na dor – Parte 1

A brecha de gênero na dor – Parte 1

“Depois de décadas assumindo que o processamento da dor é equivalente em todos os sexos, os cientistas estão descobrindo quais diferentes vias biológicas podem produzir um ‘ai!’”. Assim reza uma passagem do artigo publicado em 2019 pela Nature, transcrito a seguir. Na mesma época, no e-book “O Paradoxo de EVA” (Parte 2), eu argumentava… o mesmo. Algo constrangido, eu admito, por me parecer estar dando a uma obviedade a categoria de grande descoberta. Afinal, há muito tempo que a ciência médica vinha (e vem) revelando que em relação a dor, a mulher difere significativamente do homem em diversas frentes. No entanto, fato é que, em geral, o tratamento clínico das dores humanas continua a ser muito parecido, senão o mesmo, independente do gênero. Albert Einstein já dizia: “Em teoria, teoria e prática são a mesma coisa. Na prática, elas não são.”

Leia mais »
Enxaqueca

Cetamina: uma solução para a enxaqueca?

A cetamina é uma droga antagonista dos receptores NMDA (N-metil-D-aspartato), o que a torna capaz de ser usada para fins sedativos e analgésicos, a depender da dose. Trata-se de uma droga que já vem sendo utilizada para o tratamento da dor crônica há muito tempo. Desde 2018, a cetamina vem sendo usada também no tratamento de dores agudas, seja de forma isolada ou combinada com algum opioide. Esse artigo examina a possibilidade, cada vez mais concreta, de a cetamina servir como um analgésico eficaz para a enxaqueca.

Leia mais »
Você sabe como a dor acontece?

Você sabe como a dor acontece? Talvez deveria.

Em termos simples, a “fabricação” da dor resulta de um processo envolvendo sinais elétricos que sobem e descem por determinadas vias neurais do local onde a lesão ocorre até as regiões superiores do cérebro. Eis o ponto de partida para se compreender claramente a dor aguda, a dor mais comum. E, também, oferece subsídios essenciais para se compreender a dor sem lesão aparente, como é o caso da dor crônica. Compreender os caminhos da dor pode ajudar os médicos a gerenciar melhor as síndromes de dor crônica. E certamente ajuda o paciente com dor crônica a entender melhor os “mistérios” que caracterizam a sua condição, facilitando a compreensão do diagnóstico e do tratamento prescrito, por sinal diferente do convencional.

Leia mais »
Como medir a dor

Como medir a dor? Eis a questão.

O foco exclusivo da escala numérica de avaliação na intensidade da dor reduz a experiência da dor a uma única dimensão, o que não faz sentido para o portador de uma ou mais dores crônicas. Além disso, pedir a este que classifique sua dor em uma escala que é ancorada por um estado sem dor (ou seja, 0) sugere que estar sem dor é uma meta de tratamento alcançável, o que pode contribuir para expectativas irreais de alívio completo.

Leia mais »
Dor na gengiva

Dor na gengiva? Faz tempo? Fique de olho isso.

Assim que eu comecei a estudar a dor crônica, fiquei intrigado com a ausência, nesse campo do conhecimento, dos dentistas. Artigos da sua autoria não são comuns nas revistas médicas especializadas em dor, nem nas mais badaladas, como The Lancet, BMJ e outras tantas. Também não identifiquei palestras sobre doenças dentárias dolorosas – para mim, todas parecem ser – em congressos médicos sobre dor. E olha que provavelmente onde mais dor sentimos na vida foi no dentista! Por isso, quando me deparei com o post a seguir, ele chamou imediatamente a minha atenção. E fiquei pasmo, eu admito, ao descobrir que a presença a longo prazo de bactérias causadoras de doenças na gengiva e na corrente sanguínea molda nossa saúde muito além da boca. Acredite se quiser, mas dentes e gengivas têm um amplo impacto na saúde, desde o risco de Alzheimer, até diabetes e doenças cardiovasculares.

Leia mais »
CONHEÇA FIBRODOR, UM SITE EXCLUSIVO SOBRE FIBROMIALGIA
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o mini-ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas