Etiqueta: dor crônica

O manejo da dor crônica na educação médica

O manejo da dor crônica na educação médica: uma omissão desastrosa

Dando continuidade ao post “Pergunta simples: os médicos sabem tratar a dor?”, publicado na semana passada, surge uma crítica à educação em dor dos médicos nos Estados Unidos, formulada por um neurologista e um psicólogo clínico. E olha que nesse país, a questão da medicina centrada no paciente é incluída nos exames profissionais da classe, faculdades de medicina de certo renome mantém a “dor” na grade curricular e até dão treinamento aos alunos sobre como comunicar empatia ao paciente na atenção primária. Pequenos avanços, aliás, impensáveis (e impensados) no Brasil. Adianto que a intenção do post não é enfurecer ninguém, e sim motivar alguns a reconhecer um erro gritante na educação do profissional da saúde brasileiro.

Leia mais »
Dor e exames de imagem

Dor e exames de imagem: o que estes realmente significam

Esse post exemplifica o que uma médica integrante do grupo australiano Pain Revolution, diz sobre o que o paciente com dor deve pensar diante de um raio-X ou ressonância magnética da própria lombar ou joelho. De quebra, terminada a leitura, você pode assistir a um vídeo a cargo do fundador do grupo, o Professor Lorimer Moseley, desmistificado em menos de um minuto uma das ameaças mais temidas pelos pacientes com dor nas costas: a hérnia de disco.

Leia mais »
Covid longa

Dor crônica & Covid Longa: a opinião de um médico

O Dr. Jaime Olavo Márquez, médico neurologista, ex-professor da Faculdade de Medicina da USP-RB, e ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Estudos da Dor, resolveu comentar o artigo “Dor Crônica & Covid Longa: parentes próximos?”, publicado aqui na semana passada. Eu resolvi postar a sua contribuição ao blog, nem tanto por razões ególatras – disso há sempre algum vestígio em todos nós – mas principalmente para animar um ou outro leitor desavisado a efetivamente ler o tal artigo. Como a dor crônica, a Covid Longa, já aflige de maneira semelhante boa parte da população, e pelo visto há de continuar a fazê-lo sabe-se lá até quando. No entanto, assim como ocorrido com a dor crônica, a Covid Longa não é reconhecida como doença pelos profissionais da saúde. E pense comigo: como é possível diagnosticar e tratar medicamente algo que não é doença, mas apenas uma coleção de sintomas? No presente, eis o drama dos long haulers, vulgo sequelados. Amanhã, um deles pode ser você.

Leia mais »
Covid longa

Dor Crônica & Covid Longa: parentes próximos?

Uma ONG escocesa voltada para a assistência médica e social no seu site convida os visitantes a “Compartilhar experiências sobre dor crônica e Covid Longa.” O convite me pareceu emblemático. Há quase 10 mil km de distância parece haver gente que pensa, como eu, que a Covid Longa se assemelha extraordinariamente a uma dor crônica (entendida esta como doença em si mesma). Provar isso importa porque concederia à Covid Longa “legitimidade” diante da classe médica, principalmente na atenção primária. Legitimidade que hoje não está sendo reconhecida e é motivo para que os próprios “sequelados” estejam se organizando em redes sociais para serem ouvidos e atendidos. Nesse artigo, eu me proponho a provar pari passu a referida semelhança, baseado em dados de inúmeras pesquisas de boa qualidade.

Leia mais »
Relação depressão e dor crônica

A gestão da depressão em pacientes com dor crônica – O tratamento

Dividido em três partes, este artigo examina a conexão entre dor crônica e depressão e aponta terapias visando o gerenciamento adequado da dor em conjunto com o tratamento da depressão. Essa terceira parte mostra que além de intervenções específicas, o tratamento da dor envolve a identificação e o estabelecimento de metas de tratamento compartilhadas, cuidado multidisciplinar colaborativo e uma compreensão mútua das diferentes funções e responsabilidades do profissional.

Leia mais »
Relação depressão e dor crônica

A gestão da depressão em pacientes com dor crônica – A avaliação

Dividido em três partes, “A gestão da depressão em pacientes com dor crônica” examina a conexão entre dor crônica e depressão e aponta terapias visando o gerenciamento adequado da dor em conjunto com o tratamento da depressão. Essa segunda parte postula que uma avaliação da depressão maior em um paciente com dor crônica deve ser feita em conjunto com uma avaliação da dor. A superposição, porém, dificulta um diagnóstico preciso. Esse post resume as várias abordagens usadas para superar esse problema, cada uma representando um equilíbrio diferente de sensibilidade e especificidade.

Leia mais »
Fibromialgia

Fibromialgia – a rainha das comorbidades

Pacientes com fibromialgia são propensos a ter 5 ou mais comorbidades e usar vários medicamentos. Eis a conclusão de pesquisadores da Mayo Clinic, uma organização da área de serviços médicos e de pesquisas médico-hospitalares que está entre as mais afamadas do mundo. No Brasil, porém, os pacientes diagnosticados com essa condição não foram incluídos no grupo prioritário dos comórbidos com direito a vacina. Foi um erro. Resta saber se intencionado ou fruto de pura ignorância.

Leia mais »
Relação depressão e dor crônica

A gestão da depressão em pacientes com dor crônica – A associação

Existe uma conexão entre dor crônica e depressão. A comorbidade entre elas é inegável. A depressão pode debilitar ainda mais os pacientes com dor crônica e aumentar a gravidade da dor – levando à dificuldade de superar o sofrimento físico e emocional. Juntas, as duas condições afetam muita gente: no Brasil a dor crônica afeta entre um quarto e um terço da população, e aproximadamente 40% das pessoas que lutam contra a dor crônica também têm algum tipo de transtorno de humor, como depressão ou ansiedade elevada.

Leia mais »
Fibromialgia

Fibromialgia não dá direito à vacina?

A dor crônica ainda não é plenamente reconhecida pela Classificação Internacional de Doenças. A fibromialgia, muito menos. Por que isso importa? Porque as políticas emanadas das autoridades sanitárias visam neutralizar os efeitos das doenças que elas reconhecem como tais. Exemplo disso, é a listagem divulgada pelo Ministério da Saúde especificando as comorbidades dando direito à vacinação. A fibromialgia ficou de fora dela e, do ponto de vista do bom senso médico, isso é uma estupidez. A sua exclusão daquela listagem, porém, é inquestionável do ponto de vista burocrático. Se uma doença não estiver coberta por um código constante da Classificação Internacional de Doenças, é mais ou menos como se ela não existisse. Embora no Brasil haja milhões de pessoas portadoras.

Leia mais »
Enxaqueca: a dor crônica campeã

Enxaqueca: a dor crônica campeã

Enxaqueca, um tema médico sobre o qual milhares de artigos foram publicados nos últimos 100 anos. Mais do que compreensível uma vez que em qualquer ranking de dores crônicas, a enxaqueca (não confundir com a dor de cabeça) tende a ser uma das mais prevalentes (às vezes até ultrapassando a dor musculoesquelética). Expor o tema, todavia, é um desafio – ainda nem sequer os neurocientistas conseguem apontar a sua causa. Os genes? O ambiente? A sensibilização central? Não se sabe. Optei, assim, por facilitar ao leitor leigo um voo rasante pelo que hoje é sabido sobre essa doença neurológica; os fatos, enfim, que a caracterizam.

Leia mais »
A dor crônica pode ser curada?

A dor crônica pode ser curada?

A autora desse post sofreu, como eu, durante anos uma dor crônica musculoesquelética. E, também como eu, começou a aliviar a sua condição de maneira inusitada: se informando sobre coisas relativas a essa dor. Coisas que, como a mim, viraram a sua cabeça. Este blog tem procurado levar até gente com dor crônica as ideias dos cientistas responsáveis por essa mudança: John Sarno, Richard A. Deyo, Lorimer Moseley e Peter O”Sullivan, os mais destacados. Basicamente, eles pregam – baseados em evidências científicas – que a dor é uma sensação comandada pelo cérebro, que o cérebro hospeda a mente, e que então você mesmo pode agir mentalmente para amenizar uma dor crônica – desde que não seja muito severa ou maligna – e recuperar qualidade de vida. Leia o post e depois tente. Se perseverar não vai se arrepender.

Leia mais »
A conexão entre sobrepeso, dor crônica e enxaqueca

A conexão entre sobrepeso, dor crônica e enxaqueca

Estudos têm mostrado que a obesidade e a dor estão interligadas e influenciam uma à outra. E que ambas influenciam a enxaqueca. Este post examina primeiro essas relações e depois aponta três fatores que, ao aliviar a dor crônica, podem levar à diminuição do sobrepeso como um benefício colateral – e ao alívio da enxaqueca, como consequência.

Leia mais »
CONHEÇA FIBRODOR, UM SITE EXCLUSIVO SOBRE FIBROMIALGIA
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o mini-ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas