Etiqueta: ansiedade

Pare a ansiedade ajustando as expectativas

Pare a ansiedade ajustando as expectativas

Uma característica dos pacientes com transtornos de ansiedade e portadores de dor crônica costuma ser a expectativa inadequada de eventos aversivos (ex.: um estímulo doloroso, uma ameaça, uma sentença desfavorável ou perigosa…). Para esses pacientes, incorrer em fatalismo – uma derivada do catastrofismo que também os distingue – é uma constante. Principalmente quando expostos à (im)previsibilidade de eventos aversivos. A tese apresentada pela autora deste post é a de que a nossa ansiedade sai do controle ao ser alimentada por expectativas hiperbólicas baseadas na experiência. Devaneios que, no entanto, podemos controlar mentalmente e assim eludir esse problema.

Leia mais »
Ansiedade

Ansiedade: como controlá-la – Parte 7

Esse artigo comenta o uso de antidepressivos na atenção primária de transtornos de ansiedade, as dificuldades de tratar a ansiedade refratária, tratamentos não farmacológicos experimentais e off-label, e por fim, terapias associadas à “medicina complementar e alternativa” usada no controle da doença. Como noutras doenças crônicas, a performance do tratamento convencional da ansiedade, exposto nas seis partes anteriores nessa série, não costuma ser de todo satisfatória. Isso explica em parte o crescente interesse na medicina complementar e alternativa (CAM) por parte de pacientes e profissionais de saúde. Aborda-se alternativas exóticas como Kava e erva de São João. Como no caso das mais conhecidas (ex.: acupuntura, mindfulness etc.) o nível de evidência da sua eficácia é baixo, face às dificuldades para realizar ensaios clínicos randomizados (RCTs) e identificar placebos adequados.

Leia mais »
Ansiedade

Ansiedade: como controlá-la – Parte 6

O tratamento psicoterápico da ansiedade é indicado quando o paciente apresenta angústia acentuada ou sofre complicações decorrentes do distúrbio. As recomendações de tratamento fornecidas neste artigo são baseadas em diretrizes, metanálises e revisões sistemáticas de estudos controlados randomizados. Os transtornos de ansiedade devem ser tratados com terapia psicológica, farmacoterapia ou uma combinação de ambas. Anteriormente, nessa série de artigos baseados em “Diagnóstico e Tratamento Atuais de Transtornos de Ansiedade”, vimos os medicamentos como inibidores seletivos da recaptação da serotonina, inibidores da recaptação da serotonina-norepinefrina, pregabalina, antidepressivos tricíclicos e outros. Agora é a vez das terapias não farmacológicas, com destaque para a Terapia Cognitivo-Comportamental, considerada a opção com maior nível de evidência.

Leia mais »
Ansiedade

Ansiedade: como controlá-la – Parte 5

Numerosos neurotransmissores desempenham um papel nos estados normais e nos estados de ansiedade patológica. Cada um desses sistemas é um alvo potencial para intervenção farmacológica, mas relativamente poucas classes de medicamentos são usadas na prática clínica para o tratamento da ansiedade. Essas classes de medicamentos serão brevemente discutidas nessa 5ª.Parte da série de mini-artigos baseada em “Diagnóstico e Tratamento Atuais de Transtornos de Ansiedade”.

Leia mais »
Ansiedade

Ansiedade: como controlá-la – Parte 4

Teoricamente, as pessoas desenvolvem um transtorno de ansiedade quando possuem “vulnerabilidades” biológicas e psicológicas, juntamente com um ambiente social que desencadeia essas vulnerabilidades. O aspecto biológico do modelo biopsicossocial refere-se às respostas fisiológicas e adaptativas do corpo ao medo. Também se refere a características genéticas e ao funcionamento do cérebro que “herdamos”. Mais especificamente, o que é transmitido é uma vulnerabilidade genética expressa como um “tipo de personalidade”. Esse tipo de personalidade descreve uma pessoa que é mais reativa, mais sensível e/ou mais facilmente excitável na presença de estresse. Em suma, controlar a ansiedade requer entender da interação entre fatores biológicos e psicológicos e de estresse. Eis o tema da 4ª.Parte dessa série de mini-artigos sobre o que atualmente há de científico no controle da ansiedade.

Leia mais »
Ansiedade

Ansiedade: como controlá-la – Parte 3

Para muitas pessoas exageradamente ansiosas, um tratamento médico não é necessário. Mudanças no estilo de vida podem ser suficientes para lidar com os sintomas da ansiedade. Em casos moderados ou graves, no entanto, é diferente. Os dois principais tratamentos para transtornos de ansiedade são psicoterapia e medicamentos, separados ou combinados. A questão é: quem define isso?

Leia mais »
Ansiedade

Ansiedade: como controlá-la – Parte 2

A pandemia elevou a ansiedade a um nível epidêmico também. Noutros países e no Brasil nota-se já uma afluência anômala de consultas a psicólogos e psiquiatras, envolvendo transtornos de ansiedade apresentados por adultos e crianças. Não existem, todavia, testes de laboratório ou varreduras que possam diagnosticar transtornos de ansiedade. A Parte 1 desse artigo foi publicada há uma semana. Esse de hoje, o segundo de uma série baseada no artigo “Diagnóstico e Tratamento atuais de Transtornos de Ansiedade”, trata dessa complicação.

Leia mais »
Ansiedade

Ansiedade: como controlá-la – Parte 1

A ansiedade é hoje, no Brasil e no mundo, a doença mental mais prevalente – disputando no podium com a depressão. Se não for tratada, a ansiedade geralmente funciona como um distúrbio de “porta de entrada” para situações médicas muito piores. O isolamento que ela incentiva leva ao abuso de drogas e álcool e, às vezes, à depressão. Além disso, com o passar do tempo, a ansiedade extrema fortalece doenças crônicas e dores crônicas. O seu tratamento rápido, portanto, não é mais uma recomendação médica de segunda ou terceira ordem, e sim imperativa. O principal objetivo do artigo a seguir é descrever as opções de tratamento ora disponíveis, mas há muito mais nele capaz de interessar a médicos e pacientes.

Leia mais »
Depressão e ansiedade na dor crônica

Depressão e ansiedade na dor crônica

Um pré-requisito comum para o diagnóstico de depressão ou outros transtornos psiquiátricos é que quaisquer sintomas experimentados resultem em sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo do funcionamento social, ocupacional etc. Este artigo mostra como esse pré-requisito é plenamente atendido graças a capacidade que a depressão e a ansiedade têm de provocar dor.

Leia mais »
Coronafobia

Você sofre de coronafobia?

A “coronafobia” está a caminho de se tornar uma doença mental, por enquanto aguda, capaz de afetar milhões de pessoas. A questão é: como saber quem está mais propenso a contraí-la, de maneira a se prevenir em tempo? Esse post apresenta dois instrumentos validados cientificamente, pelos quais profissionais da saúde podem responder a essa pergunta em prol de seus pacientes.

Leia mais »
Depressão, Ansiedade, Raiva & Cia.: As dores crônicas na pós-pandemia

Depressão, Ansiedade, Raiva & Cia.: As dores crônicas na pós-pandemia

Este post comenta um bom artigo científico que fundamenta a previsão de que haverá uma Quarta Onda pós-epidemia no Brasil. Contingentes enormes de pessoas que, por sofrer dor social, irão precisar de um tipo de apoio sanitário – focado no diagnóstico e tratamento de distúrbios mentais – hoje inexistente no país. O mérito do artigo é o de explicar, com “base na neurociência da dor”, primeiro, como o isolamento social per se é capaz de gerar uma dor semelhante à dor física, e segundo, como essa dor, a dor social, prevista na pós-pandemia, representa uma ameaça à saúde individual e coletiva que precisa ser encarada desde já.

Leia mais »
SAIBA TUDO SOBRE VACINAS COVID-19
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas