Dor Crônica - by dorcronica.blog.br

Síndrome do ovário policístico e endometriose: não são a mesma coisa

Síndrome do ovário policístico e endometriose

As causas exatas da síndrome do ovário policístico (SOP) e da endometriose são desconhecidas, mas há algumas coisas que podem indicar um risco maior de desenvolver uma ou ambas as condições. Elas causam sintomas diferentes e requerem tratamentos diferentes. Muitas mulheres, porém, não sabem disso.

“A saúde da mulher é o seu capital”.

Harriet Beecher

Entre as várias batalhas de saúde que as mulheres enfrentam, duas condições comuns são a síndrome do ovário policístico (SOP) e a endometriose. Ambas já renderam matérias específicas divulgadas por esse blog.

Para se ter uma ideia

No Brasil, em um estudo abrangendo 485 adolescentes, com idade média de 16,3 ± 0,9 anos, publicado em 2013, a prevalência de síndrome do ovário policístico foi de 6,2%.

endometriose, por sua vez, atinge em torno de 6 milhões de brasileiras, 15% das mulheres entre 15 e 45 anos de idade possuem essa doença. Esse percentual sobe para até 70% quando a mulher apresenta história de infertilidade.

Ou seja, no mundo e no Brasil, milhões de mulheres sofrem de SOP e endometriose. Ambas as condições afetam mulheres em idade reprodutiva e afetam seu ciclo menstrual.

O problema

Acontece que essas duas condições são frequentemente usadas de forma intercambiável ou as pessoas ficam confusas entre elas. No entanto, ambas as condições têm causas, sintomas e tratamentos diferentes.

Qual a diferença entre síndrome do ovário policístico e endometriose?

A SOP é uma condição hormonal observada em mulheres em idade reprodutiva e leva à irregularidades menstruais, acne, hirsutismo e obesidade. Mulheres com SOP tendem a ter uma quantidade maior de hormônios masculinos (andrógenos). O excesso de andrógeno leva ao crescimento do cabelo no rosto e à perda de cabelo também. Os outros sintomas preocupantes da SOP são mudanças de humor, ciclos menstruais anormais e ganho de peso.

Se você tem SOP, é provável que seu ciclo menstrual esteja com problemas

Se você tem SOP, é provável que seu ciclo menstrual esteja com problemas.

Além disso, a SOP também está associada a níveis mais altos de açúcar no sangue, bem como à resistência à insulina.

endometriose é um distúrbio em que o tecido semelhante ao tecido que forma o revestimento do útero é visto crescendo fora do útero. Geralmente pode afetar as trompas de falópio e ovários. Esse tecido age como o tecido endometrial à medida que engrossa, se decompõe e sangra a cada ciclo menstrual e fica preso dentro do corpo, causando cicatrizes.

Os Sintomas

Embora tanto a SOP quanto a endometriose afetem seu sistema reprodutivo, elas o fazem com sintomas diferentes durante a menstruação. Seu ciclo com SOP geralmente é irregular ou ausente, enquanto os sintomas da endometriose podem ser aumentados antes e durante o ciclo.

Os sintomas da endometriose são cólicas menstruais severas, dor nas costas, dor intermenstrual, relações sexuais dolorosas e infertilidade.

Os sintomas comuns da SOP incluem períodos irregulares ou ausentes, anovulação (não ovular a tempo ou de todo), crescimento excessivo de cabelo (hirsutismo), ganho de peso, queda de cabelo na cabeça (perda de cabelo androgênica), pele oleosa ou com tendência a acne.

É possível ter as duas condições ao mesmo tempo?

Ambas, SOP e endometriose não têm cura, mas seus sintomas podem ser controlados.

Sim, é possível que uma mulher sofra de ambas as condições ao mesmo tempo. Ambas as condições são igualmente preocupantes, afetam a menstruação e podem levar à infertilidade nas mulheres. A que tiver essas condições simultaneamente, ficará ansiosa, estressada, deprimida e frustrada.

Fora isso, como essas duas condições têm sintomas sobrepostos, será difícil saber se é SOP ou endometriose. Por isso é importante visitar um médico.

Como o tratamento da síndrome do ovário policístico difere da endometriose?

SOP

Esta é uma condição pré-diabética devido à resistência à insulina. A paciente recebe medicamentos sensibilizadores de insulina prescritos pelo médico e terapia hormonal para controlar os desequilíbrios hormonais. Além do tratamento, ela terá que aderir a certas modificações no estilo de vida, como comer uma dieta bem equilibrada, incluindo todos os nutrientes vitais, evitar alimentos indesejados, picantes, oleosos, enlatados e processados, exercitar-se diariamente e manter um peso ideal.

Endometriose

A paciente receberá medicação para controlar a dor. A terapia hormonal também pode fazer o truque reduzindo a dor que surge devido à endometriose. O médico também pode recomendar uma cirurgia, se necessário, para cistos (também conhecidos como endometriomas ovarianos, que são cistos cheios de sangue menstrual). A fertilidade é uma consideração importante no planejamento de uma gravidez uma vez que essa condição seja diagnosticada. Mulheres com endometriose têm 20 vezes mais chances de serem inférteis.

Conclusão:

Embora a SOP e a endometriose afetem a reprodução feminina e possam causar infertilidade, elas são distintamente diferentes. A SOP é causada por um problema com os hormônios e a endometriose é causada pelo crescimento anormal de células fora do útero.

A endometriose e a síndrome do ovário policístico (SOP) são distúrbios que afetam pessoas que têm vaginas em idade reprodutiva. Isso inclui pessoas entre 12 e 52 anos. Ambas as condições causam problemas menstruais, que podem levar a sangramento intenso. Eles também podem dificultar a gravidez. Os outros sintomas são diferentes, no entanto. Eles também envolvem diferentes problemas hormonais. A endometriose está ligada ao excesso de estrogênio, um hormônio feminino. A SOP é causada pelo excesso de andrógenos, ou hormônios masculinos. Também é possível ter as duas condições ao mesmo tempo.

O aconselhamento é muito importante para entender a doença e suas consequências.

Cadastre-se E receba nosso newsletter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CONHEÇA FIBRODOR, UM SITE EXCLUSIVO SOBRE FIBROMIALGIA
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o mini-ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas