Dor Crônica - by dorcronica.blog.br

Entenda porque dói

Entenda porque dói

O meu sonho ao fundar esse blog sempre foi um só: informar sobre o que é a dor e como enfrentá-la a pessoas leigas no tema. Pessoas que não estudaram medicina. Era uma aspiração extravagante, uma vez que eu não estudei medicina, apenas sofrera na carne os efeitos de sua impotência diante de uma dor crônica. Quase três anos, 717 publicações, 55 vídeos, 4 aplicativos e uma dúzia de ebooks depois, um tiquinho desse sonho se concretiza: uma profissional da saúde, supercredenciada no campo da gestão da dor no Brasil, veio me dar uma mão. Seja bem-vinda!

Dra. Luci Mara França. Você já conhecia? Talvez sim, talvez não. De qualquer maneira, eu vou apresentá-la aqui. Sucintamente, relaxe.

A doutora carrega uma mala de predicados acadêmicos e profissionais, mas para mim, o que mais interessa é o fato dela ser uma estudiosa do tema “DOR” e gostar de ensinar outros a respeito. Fora isso, ela é uma comunicadora nata.

Eu apreciei isso após começar a colaborar com a Liga de Dor de Curitiba, em julho desse ano. Uma Liga de Dor – há várias delas pelo país afora – é formada por profissionais da saúde de diversas especialidades interessados em aprender e divulgar conhecimento sobre dor a estudantes de faculdades relacionadas à saúde. (Caso você não saiba, no Brasil o ensino da dor não é comum em nível universitário.)

Na época, enfim, o QUIZ sobre dor hospedado no blog passou a ser compartilhado pelos acadêmicos integrantes da Liga de Curitiba e coube à Dra Luci Mara, uma das coordenadoras, explicar a razão da iniciativa. Ela fez isso através de um vídeo e, para encurtar a estória, tempos depois aceitou o meu convite para protagonizar uma série de vídeos curtos sobre DOR a figurar semanalmente na homepage do blog.

O internauta visado é o leigo que, acometido por uma ou mais dores, deseja entender o que acontece com ele, primeiro, e depois ser orientado a enfrentar essa situação. O objetivo é atendê-lo nisso.

Logo descobrimos, Luci Mara e eu, que não seria fácil. Agora eu compreendo porque os médicos falam um dialeto técnico – o “mediquês” – que somente eles entendem. Eu pensava que era para se sentir superior ao paciente, demonstrar sabedoria e infalibilidade, ou coisa parecida. Errado. Ou quase. Isso existe mormente porque é mais fácil. Difícil é transformar o “mediquês” relacionado à dor, numa explicação acessível ao paciente que nunca ouviu falar no assunto. Além de ter que encapsulá-la – a explicação, me refiro – num vídeo de 3 minutos.

Bem, com a Dra Luci Mara fizemos isso já 10 vezes. A série “ENTENDA PORQUE DÓI” tomou o nome emprestado da primeira publicação hospedada no blog, há quase 3 anos.

Ela abrange temas que vão desde o que é a dor, até como a dor pode sequestrar a mente do paciente e acabar produzindo mais dor, passando pela diferença entre dor aguda e dor crônica e os fatores psicológicos que primam na última. Serão 14 vídeos que, semanalmente, você poderá assistir no blog. Depois disso, só Deus sabe. Até aqui, estamos nos divertindo.

Cada vídeo é um parto, mais ou menos dificultoso. Afinal, a gente não é a TV Globo e tem que se virar com o que tem para cuidar que a pauta, a iluminação, o áudio, o texto, a atitude, a dicção e por fim, a mensagem, sejam aceitáveis. Em 3 minutos. Porém, é sempre bom ver depois o neném – o vídeo, me refiro – surgindo na tela do computador.

Ah, desculpe, eu me empolguei com o relato e já ia me esquecendo! A Dra. Luci Mara França é Mestre em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial, Coordenadora da Liga Interdisciplinar para Estudo da Dor de Curitiba, Professora do Programa de Pós Graduação em Dor do Hospital Albert Einstein e Diretora Científica da Sociedade Brasileira de Dor-SBED.

E claro, também a pessoa que irá conversar com você sobre DOR & Cia. dor nos próximos meses.

Veja o primeiro vídeo dela aqui.

Reproduzir vídeo
Cadastre-se E receba nosso newsletter

Veja outros posts relacionados…

nenhum

4 respostas

  1. Olá. Tenho certeza que este blog e principalmente a Dra. Luci Mara França irão me ajudar a compreender e, se possível, eliminar a dor física que tanto me incomoda.

    1. Caramba! Comentários como o seu, acredite, são muito animadores. O blog dá toneladas de trabalho e preparar esses vídeos, embora muito breves, não fica atrás. É sempre reconfortante saber que o esforço compensa. Muito grato.

  2. Olá vocês!!!!!
    Minha história com dor é a história da minha mãe. Quero encontrar um caminho pra ela com o alívio da dor crônica que ela sente na lombar. Dói quando ela se movimenta. Em repouso não sente dor. Ninguém merece viver com isso e ela está assim há 5 anos. Já compromete a rotina diária, já a deixa deprimida. Sou graduada em educação física, mas no momento não atuou na área. Queria muito ajudá-la, mas sei que há profissional qualificado em dor que poderá resolver o problema, por isso estou pesquisando e cheguei aqui!!!

    1. Jeanne, grato pelo seu comentário. Por que não usa o mecanismo de busca do blog, digitando “dor lombar” ou “dor nas costas”? Se se esforçar, eu garanto que vai ficar sabendo mais de dor crônica do que muitos profissionais da saúde. Cá entre nós, é difícil achar um especialista em dor lombar, embora se você abrir o programa do último congresso da dor organizado pela SBED (https://sbed.org.br/wp-content/uploads/2020/08/Programa-oficial-CBDOR.pdf), pode achar alguns numa seção especialmente destinada a dor musculoesquelética. (Eu não tenho qualquer interesse relacionado a SBED ou aos palestrantes, sequer os conheço pessoalmente). Da minha parte, apenas uma opinião: dor lombar da sua mãe já é crônica. E o tratamento de uma dor crônica, gostemos ou não, requer 10% de farmacologia e repouso, e 90% de movimentação gradativa (você é formada em EF, portanto conhece) e terapias e decisões antiestressantes. Mas é apenas a minha opinião, baseada em experiência própria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAIBA TUDO SOBRE VACINAS COVID-19
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas