Artigos - by dorcronica.blog.br

A neuromodulação pode tratar mulheres com Fibromialgia

Neuromodulação pode ajudar a tratar mulheres com Fibromialgia

Eu confesso estar algo cansado de postar sobre as possibilidades e realidades do tratamento da fibromialgia que visa a cura efetiva. As primeiras são muitas, as segundas, pouquíssimas. Aqui e acolá, pelo mundo afora, pesquisadores em diversos países estão à caça dessa cura, que por enquanto, não existe. Porém, se bem quase tudo o que descobrem é promissor, quase nada tem condições de se materializar em pouco tempo. Obviamente, isso frustra os visitantes do blog portadores de fibromialgia, e frustra a mim também, pois eu gostaria de dar a eles boas notícias. Dito isso, essa postagem me faz incorrer no mesmo problema – mas com alguma razão. O tratamento da fibromialgia aqui testado teve um bom resultado e, ao que parece, possui boa base científica. Fora isso, a terapia usada é a neuromodulação, da qual sabe-se que geralmente melhora o controle da dor.12

Ah, e mais um detalhe: os pesquisadores autores do teste são brasileiros.

Autores: Eduardo Henrique Loreti, Ariana Mendes Freire, Alisson Alexandre da Silva, Elaine Kakuta, Ubiratan Ribeiro Martins Neto e Elisabete Castelon Konkiewitz.

A estimulação transcraniana ativa por corrente contínua (ETCC) pode ajudar a aliviar a dor em mulheres que sofrem de fibromialgia, de acordo com dados de um novo estudo. O estudo foi um ensaio clínico randomizado, triplo-cego realizado no Centro Universitário Grande Dourados, Brasil, com o objetivo de analisar os efeitos de 10 sessões de ETCC com estimulação 13:20:13 em M1 em mulheres com fibromialgia.3

Todas as 35 mulheres incluídas no estudo tinham diagnóstico de fibromialgia e tinham entre 18 e 59 anos de idade. A coorte foi dividida em um braço de ETCC ativa e um grupo de ETCC simulada, ambos recebendo 10 sessões de terapia. O grupo ativo recebeu 2 mA de estimulação no córtex motor primário esquerdo (região M1) por 13 minutos, seguido de um intervalo de 20 minutos e depois mais 13 minutos de estimulação. As pontuações foram baseadas em uma escala visual analógica.

Os pacientes do grupo ETCC ativa apresentaram melhora da dor após 10 sessões (diferença nas pontuações entre os grupos [DBG], –4,309; P<0,001), após 30 dias (DBG, –5,614; P<0,01) e após 90 dias (DBG , –5,599; P<0,001).

Houve também uma redução significativa na intensidade da dor desde o início do estudo entre as mulheres que receberam tratamento ativo com ETCC.

Além disso, foi observada uma redução na fadiga, medida com a Escala de Avaliação da Fadiga, no grupo ETCC ativa 10 dias após o tratamento (DBG, –4,426; P<0,001) e 30 dias após o tratamento (DBG, –4,216; P<0,01). No entanto, este efeito não esteve presente 90 dias após o tratamento e aponta para uma limitação do estudo: uma duração relativamente curta. Serão necessários estudos mais longos com amostras maiores para confirmar se a ETCC tem efeitos analgésicos duradouros em mulheres com fibromialgia.

Os desfechos secundários incluíram mudanças no Questionário de Impacto da Fibromialgia, na Escala de Avaliação de Ansiedade de Hamilton, na Escala de Avaliação de Depressão de Hamilton, no Questionário de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde e na Escala de Avaliação de Fadiga.

Não houve reações adversas graves, relataram os pesquisadores.

Além de diminuir a dor devido à fibromialgia, a ETCC também melhorou as atitudes dos pacientes em relação à dor crónica noutras áreas, tais como percepções sobre incapacidade, medicamentos, curas médicas e solicitude após 10 sessões, em comparação com as mulheres no grupo placebo. Um impacto prolongado foi mantido em várias destas áreas durante os dias 30 e 90.

Os pesquisadores concluíram: “Os resultados deste estudo sugerem que a ETCC ativa com intensidade de 2 mA durante dez sessões foi eficaz na diminuição da dor e da fadiga e na melhoria da qualidade de vida em pacientes com fibromialgia”.

Por fim, uma revisão sistemática e meta-análise de ensaios clínicos randomizados comparou o efeito de todos os tipos de neuromodulação elétrica em pacientes com fibromialgia.4

O desfecho principal foi dor subjetiva; os desfechos secundários incluíram depressão, ansiedade e funcionamento. Resultados: Vinte e cinco estudos e 1.061 pacientes com fibromialgia foram incluídos na análise quantitativa. A neuromodulação elétrica ativa e a ETCC ativa mostraram efeitos significativos na dor subjetiva, na depressão e no funcionamento.

Em suma: a neuromodulação elétrica é significativamente eficaz no tratamento da dor, depressão e funcionamento em pacientes com fibromialgia.

Significância: Os resultados podem ajudar os médicos a organizarem planos de tratamento eficazes para pacientes com fibromialgia, especialmente naqueles pacientes que revelam resposta limitada à farmacoterapia e psicoterapia.

Baseado no artigo “Effects of Anodal Transcranial Direct Current Stimulation on the Primary Motor Cortex in Women With Fibromyalgia: A Randomized, Triple-Blind Clinical Trial”, de Eduardo Henrique Loreti MSc, Ariana Mendes Freire BSc, Alisson Alexandre da Silva BSc, Elaine Kakuta BSc, Ubiratan Ribeiro Martins Neto MSc, Elisabete Castelon Konkiewitz PhD.

Cadastre-se E receba nosso newsletter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONHEÇA FIBRODOR, UM SITE EXCLUSIVO SOBRE FIBROMIALGIA
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o mini-ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas