Dor nas costas- by dorcronica.blog.br

Efeitos psicológicos da ioga e da fisioterapia na dor lombar e incapacidade

Efeitos psicologicos do ioga e da fisioterapia

Há mais de uma década, uma revisão de artigos sobre a ioga comemorou bons resultados em vários aspectos da saúde. Ao aumentar a flexibilidade corporal, promover e melhorar a função respiratória e cardiovascular, e principalmente reduzir o estresse, a ansiedade, a depressão, a dor crônica, o sono, o bem-estar geral e a qualidade de vida, a ioga seria uma terapia das mais eficazes para tratar a dor nas costas, na área psicológica, inclusive. Na mesma época, pelo lado da fisioterapia para dor nas costas o entusiasmo era menor, porém, ainda mencionados em artigos científicos – mesmo que os efeitos do tratamento fossem pequenos, independentemente da modalidade de tratamento utilizada.

No presente, porém, um estudo recentemente publicado no Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy contradiz essas expectativas.

Melhorias no estresse percebido podem contribuir para uma redução na dor lombar e incapacidade relacionada em pessoas com dor lombar crônica que recebem fisioterapia, de acordo com uma análise recente de dados. No entanto, os efeitos da ioga e da fisioterapia em outros fatores psicológicos, em comparação com um grupo de controle de educação, foram pequenos e não contribuíram significativamente para melhorias na lombalgia ou incapacidade.

Pesquisas anteriores mostraram que o nível de dor que uma pessoa com lombalgia experimenta está relacionado à sua saúde psicológica. Alguns tratamentos para dor lombar, como fisioterapia e ioga, que usam uma abordagem física, demonstraram diminuir a incapacidade e (no caso da fisioterapia) a dor, além de melhorar os fatores psicológicos, como estresse e ansiedade percebidos. Desconhece-se, no entanto, se as melhorias na lombalgia e incapacidade da fisioterapia e ioga resultam apenas de seus efeitos físicos diretos ou também são devidos a efeitos indiretos em fatores psicológicos.

Em um estudo que comparou diferentes intervenções em adultos com lombalgia crônica de comunidades carentes em Boston, os pesquisadores procuraram possíveis fatores psicológicos que podem desempenhar um papel na percepção da dor e da incapacidade. O estudo envolveu 230 adultos com idades entre 18 e 64 anos de bairros de baixa renda e racialmente diversos em Boston. Na primeira fase do estudo, os participantes foram randomizados em grupos que receberam fisioterapia, ioga ou educação para a lombalgia, ao longo de 12 semanas.

Antes de iniciar sua intervenção, todos os participantes preencheram questionários para dor e incapacidade, bem como avaliações de indicadores de bem-estar psicológico, incluindo:

  • Autoeficácia relacionada à dor
  • Crenças de evitação de medo
  • Sintomas depressivos
  • Sintomas de ansiedade
  • Estresse percebido
  • Qualidade do sono

Durante a fase de intervenção de 12 semanas:

  • Os participantes do grupo da fisioterapia receberam 15 sessões, cada uma com duração de 30 minutos.
  • Os do grupo de ioga participaram de até 12 sessões em pequenos grupos com instrutores de hatha ioga treinados.
  • Os do grupo de controle educacional receberam uma cópia de um livro que ensinava técnicas de alongamento, fortalecimento e gerenciamento emocional para lombalgia. O grupo de educação também recebeu boletins informativos e telefonemas de checagem a cada 3 semanas.

Após 12 semanas, os participantes preencheram novamente os questionários onde avaliaram seu bem-estar psicológico. Eles então entraram em um período de manutenção de 40 semanas, onde todos os três grupos receberam suporte de intervenção limitado adicional ou nenhum suporte estruturado adicional.

Com exceção do estresse percebido no grupo da fisioterapia, as melhorias na lombalgia e na incapacidade da participação em ioga ou fisioterapia geralmente não se deviam a fatores psicológicos. Uma redução no estresse percebido dos participantes no grupo da fisioterapia parecia ser responsável por cerca de um terço do efeito da fisioterapia na incapacidade, em comparação com a educação.

De todo modo, os pesquisadores observaram que a combinação de certos aspectos de cada uma dessas intervenções padrão pode produzir melhores resultados.

Baseado no Do Physical Therapy and Yoga Improve Pain and Disability through Psychological Mechanisms? A Causal Mediation Analysis of Adults with Chronic Low Back Pain”, Christopher T Joyce, Ariel Chernofsky, Sara Lodi, Karen J Sherman, Robert B Saper, Eric J Roseen. Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy. 2022 Jul.

Cadastre-se E receba nosso newsletter

Veja outros posts relacionados…

nenhum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONHEÇA FIBRODOR, UM SITE EXCLUSIVO SOBRE FIBROMIALGIA
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o mini-ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas