. Quiz

Ligas de Dor 13


Ligas de Dor

Ligas de Dor 13 – Afirmação 1 de 7.

Afirmação 1

Quando o paciente declara muita dor, porém a sua patologia indica o oposto, ele provavelmente exagera (talvez para parecer vítima).

1. Certo
2. Errado

Explicação:

A tese do “ganho secundário” existe e as vezes se justifica. Porém a International Association for the Study of Pain (IASP) admite que muitas pessoas relatam dor na ausência de dano tecidual ou qualquer provável causa fisiopatológica, mas que geralmente não há como distinguir sua experiência daquela devido a dano tecidual. Portanto, se essas pessoas consideram sua experiência como dor e a relatam da mesma maneira que a dor causada pelo dano tecidual, ela deve ser aceita como dor.

Afirmação 2

Antidepressivos usualmente não melhoram os sintomas dos pacientes crônicos.

1. Certo
2. Errado

Explicação:

O mecanismo de analgesia dessas drogas ainda não é totalmente compreendido. Os antidepressivos podem aumentar os neurotransmissores na medula espinhal, reduzindo os sinais de dor. Mas eles não funcionam imediatamente. Você pode sentir algum alívio de um antidepressivo depois de uma semana, mas o alívio máximo pode levar várias semanas. Geralmente o alívio é moderado. Anticonvulsivos podem ser usados ​​em combinação com medicamentos da classe antidepressiva se o alívio da dor com antidepressivos estiver incompleto.

Afirmação 3

A dor lombar crônica é sempre um sintoma de lesão.

1. Certo
2. Errado

Explicação:

Ao que parece, a dor pode estabelecer um caminho no sistema nervoso em alguns casos, tornando-se o problema em si mesmo. Em outras palavras, o sistema nervoso pode enviar um sinal de dor mesmo que não haja dano tecidual em andamento. O sistema nervoso falha e cria a dor, agora crônica. Em tais casos, a dor é a doença e não um sintoma de lesão.

Afirmação 4

No longo prazo, o uso de AINES no tratamento da dor crônica apresenta alto risco de morbidade.

1. Certo
2. Errado

Explicação:

Todos os AINEs, incluindo naproxeno, foram associados a um risco aumentado de infarto agudo do miocárdio em um estudo de 61.460 pessoas apresentando essa característica. O risco é maior durante o primeiro mês de uso de AINEs e com doses mais altas. Com o uso por mais de um mês, os riscos não excedem aqueles associados a durações mais curtas.

Afirmação 5

A dor visceral se caracteriza por ser referida e profunda.

1. Certo
2. Errado

Explicação:

A dor visceral provém das vísceras ou órgãos. Um exemplo deste tipo de dor é a dor abdominal ou torácica. Caracteriza-se por dor surda, profunda, difícil de localizar, que é frequentemente acompanhada de reações nervosas autonômicas. A dor visceral pode irradiar para as correspondentes regiões cutâneas de referência (“dor referida”).

Afirmação 6

Os órgãos abdominais são sensíveis a isquemia do intestino.

1. Certo
2. Errado

Explicação:

As terminações nervosas entéricas são muito suscetíveis ao estímulo provocado pelas substâncias químicas liberadas pela hipoxia. Exemplos: a angina intestinal, o estrangulamento entérico, a trombose mesentérica etc.

Afirmação 7

A intensidade da dor apontada pelo(a) paciente numa escala (numérica ou analógica) é informação decisiva ao formular um diagnóstico.

1. Certo
2. Errado

Explicação:

Um estudo envolvendo 14 enfermeiras mostrou que a escala foi útil para elas perceberem a dor como o quinto sinal vital, controlar a eficácia do seu atendimento e o tornar mais humano. Porém, no que se refere a diagnostico, a importância da escala é relativa (e menor). Ela é apenas um dado momentâneo que pouco influencia o diagnóstico.

Próxima afirmação 1 de 7

Todas as 7 afirmações concluídas!


Quer mais coisas assim?

Receba o melhor material diretamente na sua caixa de entrada!
Não se preocupe, não fazemos spam