Dor nas costas- by dorcronica.blog.br

Dor crônica nas costas e depressão: andam juntas? – Parte 1

Dor crônica nas costas e depressão andam juntas - Parte 1

Se você portar leves sintomas de depressão, eles dificilmente serão percebidos numa consulta sobre dor nas costas, quando mais merecerão atenção médica, se percebidos. E será que isso importa? Resposta: muuuito! Veja aqui o porquê.

“Priorizar a especialização sobre a inteligência é rigorosamente errado. Um especialista traz um viés inerente à própria expertise, e pode se sentir ameaçado por um novo tipo de solução que requer novos conhecimentos. Um generalista inteligente não tem preconceito, então é livre para pesquisar uma ampla gama de soluções e gravitar para o melhor.”

Eric Schmidt, How Google Works

Parte 1

Não são poucos os visitantes do blog que se queixam de dor nas costas. Os relatos podem ser curtos ou extensos, alguns claros, outros nem tanto, a maioria comoventes. E com o tempo eu fui percebendo que tinham um denominador comum: o desespero, a frustração, a derrota diante do desconhecido. Essas pessoas não sofrem apenas de dor nas costas, elas também estão deprimidas. “Tecnicamente” deprimidas.

Isso é sério e nada novo. Sério porque tratar dos dois transtornos, dor nas costas e depressão, é tarefa árdua, complicada e cara. E nada novo porque há muito tempo que se sabe do conluio entre ambas.

Num outro post mostrei alguns dados sobre depressão. Apenas lembrando:

“Segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no dia 23 de fevereiro de 2017, 5,8% da população brasileira sofria de depressão, o que representava 11,5 milhões de brasileiros com a doença em números absolutos. O Brasil é o país com maior prevalência de depressão da América Latina e o segundo com maior prevalência no continente americano, ficando um pouco atrás dos Estados Unidos, que tinha 5,9% de depressivos.”

Agora, vamos a outros dados que atestam a relação dor nas costas e depressão:

  • Recentemente, um estudo australiano (Universidade de Sydney) sugere que as pessoas que sofrem de depressão têm uma chance 60% maior de desenvolver dores nas costas ao longo da vida.
  • Mais recentemente ainda, um outro estudo abrangendo uma amostra de 7.550 indivíduos, reportou que na população sul-coreana, a prevalência de depressão é significativamente maior em indivíduos com lombalgia (20,3%) do que naqueles sem lombalgia (4,5%).
  • Estudos anteriores já tinham descoberto que em cada 100 pessoas com dor nas costas, a metade (50) apresenta sintomas de depressão.
  • O panorama no Brasil pode ser extraído de uma pesquisa de adultos realizada em 43 países subdesenvolvidos cobertos pelo World Health Survey – fazem 15 anos! Foi comprovado que nessa amostra, a dor nas costas era prevalente – mais de um terço dos amostrados apresentava dor nas costas – e também que esse distúrbio – ou “incômodo”, como os pesquisadores compassivamente o intitularam – mantinha forte associação com transtornos mentais como ansiedade, problemas do sono e… depressão.

“Mas agora vem a grande descoberta: pessoas com problemas na coluna eram duas vezes mais propensas a desenvolver transtornos mentais como ansiedade, depressão e psicose. Já a parcela que padecia de dor nas costas crônica apresentou um risco três vezes maior de manifestar algum episódio depressivo e 2,6 vezes maior de ter algum evento psicótico.”

A presença de depressão está significativamente associada à lombalgia, especialmente em indivíduos gravemente deprimidos.

Os dados anteriores foram divulgados recentemente (2016), também no Brasil. E não parecem ter suscitado preocupação.

Deveriam. Pense comigo: você sente dor nas costas e vai se consultar com quem? Um médico ortopedista, certamente. Esse profissional é um especialista, porém, ele sabe e se sente bem examinando ossos, articulações, músculos e diagnosticando e tratando em consequência. Se ele souber alguma coisa sobre depressão é uma mosca branca. Nada disso lhe ensinaram na faculdade de medicina, e convenhamos, juntar ortopedia e psicologia “soa” como juntar espaguete com batatas fritas.

Conclusão: se você portar leves sintomas de depressão eles dificilmente serão percebidos nessa consulta, ou merecerão atenção médica, se percebidos. E se durante a anamnese você se manter com a vista perdida no horizonte enquanto rói as unhas, o médico quando mais irá lhe sugerir, polidamente e ao se despedir, você consultar um, bem, alguém com quem conversar, ajuda profissional, essas coisas… Tratar da depressão não é com ele, e por tabela, tratar da ligação entre depressão e dor nas costas, também não.

“Pressupõe-se que a especialização seja lógica, natural e desejável. Mas a ciência avançada descobriu agora que todos os casos conhecidos de extinção biológica foram causados pela superespecialização, quando a concentração em apenas genes selecionados sacrificou a adaptabilidade geral.”

Buckminster Fuller. Visionário, designer, arquiteto, inventor e escritor.

Conclusão da conclusão: se houver mesmo uma forte ligação entre dor nas costas e depressão as suas chances de obter alívio para o seu primeiro problema são mínimas porque o segundo problema – que pode ser uma das causas – passou batido ou ficou para depois, quem sabe…

Dor Crônica - O Blog das Dores CrônicasPatrick Wall (1925-2001), o neurocientista britânico que, junto com Robert Melzack, revolucionou o conhecimento da dor no século passado, escreveu em PAIN, a sua obra póstuma (2000): “Deveríamos examinar a possibilidade de que a dor seja uma síndrome que agrupa um conjunto de sinais e sintomas coincidentes em vez de um único fenômeno separado.” Sinais e sintomas coincidentes. Dor nas costas, um deles.

Ler a Parte 2

Cadastre-se E receba nosso newsletter

Uma resposta

  1. Fui diagnosticada com depressão maior, e ultimamente venho sofrendo de dores nas Costas.Uma dor chata que incomoda , chega a ser aguda pois é persistente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CONHEÇA FIBRODOR, UM SITE EXCLUSIVO SOBRE FIBROMIALGIA
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o mini-ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas