Coronavirus - by dorcronica.blog.br

Covid-19 pelo mundo afora: 01-11-20

Covid-19 pelo mundo afora: 01-11-20

Mais uma semana em que o número de acometidos diariamente pela Covid-19 nos Estados Unidos superou a marca histórica atingida desde o começo da pandemia. E os sistemas de saúde na Europa e na América do Norte estão perto do colapso. Veja as notícias mais importantes dessa última semana.

Sistemas de saúde na Europa e na América do Norte perto do colapso. Sério.

A mídia fala todo dia de Espanha, Reino Unido, França, Portugal… A Europa não é só isso.

A Bélgica ontem decretou um lockdown nacional, como a “última chance” para evitar que seus hospitais colapsem. Todo o trabalho hospitalar não essencial foi adiado para lidar com os números de novos pacientes que dobraram na semana passada, igualando os níveis vistos na primeira onda da pandemia.

A Croácia pediu a ex-médicos que saíssem da aposentadoria para ajudar nos hospitais, enquanto tropas da Guarda Nacional voaram dos Estados Unidos para a República Tcheca para ajudar os sobrecarregados profissionais de saúde de lá.

Na Holanda, novos infectados tiveram que ser transferidos de helicóptero para a Alemanha para desafogar as UTIs holandesas.

A República Tcheca e a Polônia impuseram restrições severas na primavera e viram taxas de infecção mais baixas, mas o aumento no número de casos neste outono revelou uma escassez crítica de enfermeiras, médicos e leitos de terapia intensiva.

Na Bulgária, muitos profissionais de saúde estão adoecendo com o vírus, e um médico aclamado se tornou o 19º profissional a morrer do vírus no início deste mês.

Como os novos casos mudam a cada dia

Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas

A trajetória da Covid-19 na América do Norte (Canadá inclusive) está piorando rapidamente. Há estados (ex.: Dakota do Norte), onde a positividade é de 50% (!!!), e a administração sanitária nem mais dá conta de fazer o rastreamento de contatos.

Segundo matéria da CNN International, hoje um americano é infectado a cada segundo, e dois morrem a cada dois minutos. Em todos os estados, menos dois, os novos casos de Covid-19 estão em alta e alguns começaram a “desflexibilizar”. Duas dúzias de estados estão relatando suas piores semanas para novos casos.

Em contrapartida, Taiwan completou 200 dias sem contaminação doméstica.

Mentiroso compulsivo

Olímpico, o Idiota do Topete diz que os casos da Covid-19 nos Estados Unidos estão “bem reduzidos“, apesar de quase meio milhão de pessoas terem contraído o vírus no país nos últimos sete dias. Ontem o país quebrou o recorde diário dos 99.000 novos casos. Segundo os matemáticos da University of Washington o acumulado de mortes em fevereiro superará as 400 mil (hoje é a metade disso).

A sobrevivência à Covid-19 melhorou

As taxas de sobrevivência melhoraram com os avanços médicos e hospitais menos lotados, dizem estudos. Em um hospital de Nova York, onde 30% dos pacientes com coronavírus morreram em março, a taxa de mortalidade caiu para 3% no final de junho.

Os médicos na Inglaterra observaram uma tendência semelhante. No final de março, quatro em cada 10 pessoas em terapia intensiva estavam morrendo. No final de junho, a sobrevivência era superior a 80%.

Contudo, em ambos os países a taxa de hospitalização disparou nas últimas duas semanas. Isso vai afetar a taxa de morte.

E por que melhorou?

Muita gente se pergunta por que o número de novos infectados com a Covid-19 aumenta e o dos mortos, diminui. As razões são especulativas, mas fazem sentido. Primeiro, os idosos passaram a tomar precauções para evitar infecções, e agora a boa parte dos pacientes hospitalizados são adultos jovens (45 anos), mais saudáveis e resistentes. Segundo, hoje compreende-se melhor quando as pessoas precisam usar ventiladores e quando não precisam, e quais complicações observar, como coágulos sanguíneos e insuficiência renal. Terceiro, sabe-se quais esteroides são úteis, e possivelmente alguns outros medicamentos. Quarto, os médicos compartilham informações e colhem percepções de uma enxurrada de estudos compartilhados com uma velocidade sem precedentes.

O vírus muda mais, mas infecta o mesmo

Embora o vírus tenha mudado lentamente à medida que se espalha, e alguns especulem que ele se tornou mais facilmente transmissível, a maioria dos cientistas diz que não há evidências sólidas de que ele tenha se tornado menos ou mais virulento.

As vacinas vêm aí!

Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas

Por Jonathan Corum, Sui-Lee Wee e Carl Zimmer Atualizado Em 29 De Outubro De 2020

Os pesquisadores estão testando 49 vacinas em ensaios clínicos em humanos, e pelo menos 88 vacinas pré-clínicas estão sob investigação ativa em animais.

Por que o teste da Coronavac em SP precisou de mais voluntários?

A eficácia da vacina é determinada pela comparação de quantas pessoas em cada grupo – o grupo da vacina e o grupo do placebo – desenvolvem a doença. Se muito mais pessoas no grupo do placebo forem infectadas, isso significa que a vacina funciona. A “vacina chinesa”, ou a “vacina-do-Dória-futuro-adversário-do-Bolsonaro-na-próxima-eleição-presidencial “, se preferir, está na Etapa 3 e aumentou o número da amostra porque o número de 64 infectados ficou em risco com a amostra original.

LEMBRE-SE: use máscara
Cadastre-se E receba nosso newsletter

Veja outros posts relacionados…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CONHEÇA FIBRODOR, UM SITE EXCLUSIVO SOBRE FIBROMIALGIA
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o mini-ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas