Autor: Dor Crônica - O Blog

Dor pós-operatória

Questões atuais no manejo da dor pós-operatória – Parte 2

Nos últimos anos, tem havido um aumento no uso de técnicas regionais de cirurgia e manejo da dor perioperatória, principalmente em pacientes submetidos a cirurgias obstétricas, ortopédicas ou pediátricas. Ao interromper a transmissão da dor, as técnicas regionais com anestésicos locais podem fornecer excelente controle da dor. Várias vias de administração de anestésicos locais estão disponíveis. A seguir, um breve resumo do estado atual das técnicas regionais para dor pós-operatória.

Leia mais »
Os comprimidos para dormir são seguros?

Os comprimidos para dormir são seguros?

Aproximadamente um terço da população geral apresenta alguma dificuldade para dormir. O risco de desordens do sono aumenta com a idade. Dentre essas desordens, insônia é a mais prevalente. Se você integrar esse grupo, pode estar tomando um comprimido para dormir ou pensando em fazê-lo. Pode ser que isso o ajude a curto prazo. Mas pode ser que não, e até que cause problemas de saúde adicionais. Por isso, é importante você se informar bem sobre o assunto. Isso inclui saber sobre os efeitos colaterais dos comprimidos para dormir, e como evitá-los.

Leia mais »
Dor pós-operatória

Questões atuais no manejo da dor pós-operatória – Parte 1

Dor pós-operatória persistente é comum após a maioria dos procedimentos cirúrgicos e, após toracotomia e mastectomia, entre 50% e 80% dos pacientes podem senti-la. Nesse artigo, o Dr. Rawal Narinder, anestesiologista no University Hospital, de Örebro, na Suécia, culpa o mal manejo dessa dor – e ainda argumenta que a situação dificilmente vai mudar. Os opioides continuam sendo a base do tratamento da dor pós-operatória, apesar das fortes evidências de suas desvantagens. As técnicas analgésicas multimodais pouco ou nada evoluem. A analgesia peridural não é mais o ‘padrão ouro’. As técnicas perineurais permanecem subutilizadas. Por fim, as diretrizes atuais de manejo da dor pós-operatória, geralmente de ‘tamanho único’, desconsideram variações na dor – tipo, localização, intensidade e duração – após diferentes procedimentos cirúrgicos.

Leia mais »
Fibromialgia

A ciência diz que a fibromialgia é uma dor crônica: e daí?

Até pouco tempo a fibromialgia era reconhecida pela medicina, quando muito, como um sintoma. E quando menos, e com maior frequência, como um devaneio de pacientes ansiosos ou imaginosos. Não mais. Este post mostra, todavia, que esse reconhecimento, por demais baseado em ciência, não fez e ainda não faz diferença em como a fibromialgia – uma dor generalizada crônica que afeta a 10 milhões de brasileiros – continua sendo tratada na frente clínica. Ou seja, com pouco caso, algum desconforto e certa ignorância.

Leia mais »
Pare a ansiedade ajustando as expectativas

Pare a ansiedade ajustando as expectativas

Uma característica dos pacientes com transtornos de ansiedade e portadores de dor crônica costuma ser a expectativa inadequada de eventos aversivos (ex.: um estímulo doloroso, uma ameaça, uma sentença desfavorável ou perigosa…). Para esses pacientes, incorrer em fatalismo – uma derivada do catastrofismo que também os distingue – é uma constante. Principalmente quando expostos à (im)previsibilidade de eventos aversivos. A tese apresentada pela autora deste post é a de que a nossa ansiedade sai do controle ao ser alimentada por expectativas hiperbólicas baseadas na experiência. Devaneios que, no entanto, podemos controlar mentalmente e assim eludir esse problema.

Leia mais »
Dor lombar crônica: um guia para evitá-la a tempo

Dor lombar crônica: um guia para evitá-la a tempo

Sobre a dor lombar pode-se debater durante anos. Junto com a enxaqueca e a fibromialgia, é a dor mais comentada. E sofrida, porque em 10 indivíduos, quase 2 são portadores da condição. Pouquíssima gente, todavia, conhece TUDO o que até o momento a ciência afirma sobre a dor lombar. Este post é o mais próximo desse TUDO, preparado por cientistas de uma instituição de extremo prestígio para consumo de leigos como você e eu.

Leia mais »
O cérebro emocional e a dor crônica

O cérebro emocional como preditor e amplificador da dor crônica

A literatura médica sobre dor considera essa sensação como um recurso benéfico, protetivo, etcetera. A tese dos autores do artigo a seguir, a maioria deles neurocientistas do tipo “mão-na-massa”, é diferente. Como a vida humana em geral é livre de lesões, os mecanismos nociceptivos constituem a maquinaria apropriada para proteger o corpo de lesões, enquanto a dor sinaliza o fracasso ou o potencial de falha em proteger o corpo de lesões. Dentro desse conjunto de definições, a dor crônica – dor que persiste na ausência de estímulos rígidos ou após o processo de cura – pode ser considerada apenas patológica, pois não está mais associada a um repertório comportamental apropriado. Ela não estaria associada apenas a nocicepção, mas traços psicológicos e de personalidade também podem contribuir. Note-se que esta não é uma especulação psicológica intuitiva mas uma evidência comprovada pela neurociência.

Leia mais »
Como a mulher pode prevenir um ataque cardíaco

Como a mulher pode prevenir um ataque cardíaco

O infarto em mulheres é mais fatal do que entre homens. Uma causa pode ser o desconhecimento de um fato há muito conhecido da ciência médica: há diferenças de gênero nas doenças cardíacas. Há problemas cardíacos que afetam apenas as mulheres, apresentações diferentes de problemas cardíacos em homens e mulheres e diferenças em como as terapias afetam homens e mulheres. Contudo, a maior parte da população feminina está desinformada ou mal-informada sobre isso, e principalmente do perigo que há em permanecer ignorante. Esse post reúne o que há de mais importante que a mulher precisa saber a respeito para se prevenir, aqui e agora.

Leia mais »
Raiva no ambulatório

Raiva e dor crônica – Parte 2

Semana passada dei uma prévia desse post. Comentei sobre a raiva e sua relação com a dor em geral, e a dor crônica em particular. Intencionadamente, tudo conceitual, nada pragmático. Agora o jogo é outro. O foco aqui é a raiva do paciente com dor explodindo, com ou sem motivo, onde quer que ele ou ela perceber a sua saúde ou a de familiares estar sendo destratada – ou maltratada – pelas equipes médicas. Um episódio ingrato, aliás, porém comum nos tempos nervosos que atravessamos. Manchetes afins que não faltam, mas há mesmo evidências disso? Qual o risco de ocorrer? Existe tratamento para evitar que aconteça? Por que o tema interessa do ponto de vista da dor crônica? Essas são as questões a serem examinadas nesse segundo post de uma série de 3 sobre a raiva e a dor crônica.

Leia mais »
Melatonina: menos (às vezes) é mais

Melatonina: menos (às vezes) é mais

Semana passada eu compartilhei com você um voo rasante pelo território da melatonina – um suplemento que ajuda a pegar no sono recentemente autorizado pela ANVISA. A melatonina oferece uma solução natural que imita o hormônio que o cérebro já produz. Para muitas pessoas, ela é uma alternativa eficaz aos medicamentos prescritos para dormir. No entanto, as pessoas devem tratar a melatonina da mesma forma que qualquer outro medicamento e observar cuidadosamente os efeitos colaterais. Isso requer um conhecimento mais íntimo do que seria uma “dose farmacológica certa”. Esse post trata disso.

Leia mais »
Raiva

Raiva e dor crônica – Parte 1

Eu prestei atenção a ligação entre a raiva e a dor crônica através dos livros do Dr. John Sarno. Há meio século, ele foi o pioneiro em uma abordagem radical para o tratamento da dor nas costas, instruindo os pacientes a se concentrarem nas emoções reprimidas como a fonte. Apenas estes acreditaram, e por conta disso, muitos obtiveram alívio.

Leia mais »
SAIBA TUDO SOBRE VACINAS COVID-19
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas