Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas

A dor crônica afeta a mulher diferente do homem. A Covid 19 também – Parte 2

Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas

Na primeira parte desse post comentei que as mulheres têm efeitos colaterais mais fortes com as vacinas Covid-19 do que os homens, o que se explica porque nas mulheres a resposta imunológica é mais forte. Nessa continuação eu vou comentar que os portadores de Covid Longa (long-haulers), ou pessoas com sintomas Covid-19 duradouros, geralmente são mulheres.

Antes disso convém esclarecer o seguinte: no curto prazo a Covid-19 faz mais vítimas fatais nos homens do que entre as mulheres. De fato, um estudo publicado na Nature aponta que os homens têm quase três vezes mais chances de necessitar de tratamento intensivo para Covid-19 do que as mulheres, e 1,4 vezes mais chances de morrer da doença.

Porém, o que poucos sabem é que, segundo estudo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), 56% dos infectados no país são mulheres, enquanto 44% são homens. Já com relação aos óbitos, foram notificados 55% do sexo masculino, enquanto 45% são mulheres.

E como se isso fosse pouco, estudos recentes indicam que as mulheres custam em se recuperar após uma infecção com Covid-19 mais do que os homens. Pesquisadores franceses descobriram que as mulheres com a Covid Longa em Paris superam os homens de quatro para um. A maioria dos long-haulers – definidos como pessoas com sintomas que duram mais de oito semanas – são mulheres com cerca de 40 anos sem nenhuma condição médica preexistente.

Pesquisadores do King’s College, revisando seus dados do COVID Symptom Study, por sua vez, identificaram padrões que sugeriam que a Covid Longa era duas vezes mais comum em mulheres do que em homens, e a idade média era de 45. Um estudo não revisado por pares com aproximadamente 4.100 pessoas do mesmo conjunto de dados descobriu que pessoas mais velhas, mulheres e aqueles com mais de cinco sintomas durante a primeira semana de doença eram mais propensos a desenvolver Covid Longa.

Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas

Enfim, os dados e conclusões apresentados nas duas partes desse post se somam às evidências produzidas por pesquisas experimentais e clínicas de que em geral as dores crônicas femininas são diferenciadas: certas vias neurais de dor variam bastante entre os sexos e que as células imunológicas e os hormônios têm papéis-chave nessas diferenças.12

Especula-se, inclusive, que algumas mulheres possuem uma predisposição genética à dor crônica.

Fora a biologia e a genética, temos também os aspectos culturais e, entre eles, o viés de gênero, que não só levam a ignorar que algumas dores femininas sejam diferentes das do homem, mas inclusive a desacreditar que o fato sequer existe.

Achados do tipo, infelizmente, pouco têm influenciado a medicina clínica, em parte em países avançados como EUA, Canadá, Reino Unido, Suécia e Austrália, e quase nada, no Brasil.

É nesse contexto que declarações pungentes, como a da jornalista Andrea Mello Diniz, 46 anos, prestes a passar por uma cirurgia do útero, comprometidos pela endometriose, precisam ser interpretadas.

“É necessário um olhar mais específico para a saúde da mulher. Um cuidado que vá além do papanicolau e da colposcopia. É preciso que as mulheres conheçam seus corpos. Que a sociedade não nos imponha padrões, porque o fato é que se a endometriose afeta a 10% da população feminina, parte dos outros 90% nos perguntam se não estamos com frescura, porque elas nunca sentiram esta dor. Isto serve também para os homens. Os companheiros precisam ter sensibilidade para compreender que nós, mulheres, passamos por coisas que nos causam dores que eles desconhecem. E não somos doidas ou histéricas por isto. Eu não sou doida. Apenas tenho endometriose.”3

Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Cadastre-se E receba nosso newsletter

3 respostas

  1. 20 anos nossa clínica de recuperação atua constantemente
    em novos tratamentos para dependência química e
    alcoólatras para melhorar o bem-estar e a recuperação dos
    pacientes garantindo ao paciente um plano de tratamento
    personalizado, que são projetados especificamente para
    atender suas necessidades e requisitos específicos,
    estamos a procura de parceiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAIBA TUDO SOBRE VACINAS COVID-19
CLIQUE AQUI
Preencha e acesse!
Coloque seu nome e e-mail para acessar.
Preencha e acesse!
Você pode baixar as imagens no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
ATENÇÃO!
Toda semana este blog publica dois artigos de cientistas e dois posts inéditos da nossa autoria sobre a dor e seu gerenciamento.
Quer se manter atualizado nesse tema? Não duvide.

Deixe aqui seu e-mail:
Preencha e acesse!
Você pode ver os vídeos no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas
Preencha e acesse!
Você pode ler o ebook no blog gratuitamente preenchendo os dados abaixo:
Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas